Os alunos do Curso de Farmácia da Facer Faculdades participaram essa semana da campanha de fotoeducação idealizada pela FNFU – Fórum Nacional Das Farmácias Universitárias, que visa a orientação sobre medidas foto protetivas, uso correto de protetor solar e a redução do câncer de pele. Encaminho fotos e o projeto da campanha, me coloco à disposição para eventuais dúvidas.

Casos de câncer de pele tem incidência frequente em todo o mundo, apresentando-se sob três principais formas: melanoma, carcinoma basocelular e carcinoma espinocelular ou epidermoide. Os dois últimos são também conhecidos como câncer de pele não melanoma, sendo os mais frequentes. A exposição excessiva ao sol é o principal fator de risco para o surgimento dos cânceres de pele melanoma e não melanoma.

Dados do Instituto Nacional de Câncer revelaram uma elevada estimativa de 98.420 casos novos de câncer de pele não melanoma, nos homens, e 83.710 nas mulheres, no Brasil, em 2014. Segundo os resultados, esses valores corresponderam a um risco estimado de 100,75 casos novos a cada 100 mil homens e 82,24 a cada 100 mil mulheres. Quanto ao melanoma, a estimativa de letalidade foi elevada, porém sua incidência foi baixa. As maiores taxas estimadas em homens e mulheres encontraram-se na região Sul do Brasil.

A exposição excessiva ao sol é o principal fator de risco do câncer de pele, em países tropicais, sendo o Brasil, o país que concentra o maior registro de câncer de pele no mundo. Assim, Campanhas Fotoeducativas voltadas para a conscientização da população, quanto ao uso correto de protetores solares e cuidados da pele, promovem ações de prevenção primária altamente efetivas e de custo relativamente baixo para a prevenção do câncer de pele, inclusive dos melanomas.

Atendimento via chat
Atendimento via chat